Thursday, December 11, 2008

INFINITO AZUL


Estou de regresso!
Tenho andado desde o dia 3 de Novembro a voar....
É a realização de um sonho!....
Viver, trabalhar ao pé do mar!
Vir á janela enquanto se faz um intervalo para o café e olhar o azul!
Sair de casa 10mn antes da hora, tomar um café....
Estou a flutuar!!!!
Estou num sítio fantástico, com pessoas óptimas!
Que bom...
Tenho tempo para tudo, passear com os Meninos!!!!
HUAU!!!!!!!!!
Estou a voar!!!!!!!!!

Thursday, October 16, 2008


"hey you,
Out there in the cold,
Getting lonely, getting old,
Can you feel me?
Hey you,
Out there on your own,
Sitting naked by the phone,
Can you toutch me?
Hey you,
Would you help me to carry the stone?
Open your heart,
I´m comming home.
Hey you,
Don´t tell me there´s no hope at all
Together we stand, divided we fall."
(Roger Waters)

Thursday, October 09, 2008

ME AND MYSELF




"Longe daqui,

Tens um segredo guardado,

Para abrir,

Num lugar mais desejado,

Num lugar onde possas saber,

Que por ser segredo não podes dizer;


Serás tu a sombra que olhas no chão,

Serás a promessa que trazes na mão,

De que serve o teu disfarce e o teu secreto olhar,

Se não tens ninguém a quem te revelar,

Serás o silêncio ou um sonho desfeito,

Será teu o grito que arrancas do peito,

De que vale teres a Lua e o Céu inteiro para voar,

Se não tens ninguém a quem te puder dar;



Longe daqui,Tens um desejo fechado,

Para abrirNum lugar mais arejado,

Num lugar onde possas saber,

O que há já muito tempo ficou por dizer;



Serás tu a sombra que olhas no chão,

Serás a promessa que trazes na mão,

De que serve o teu disfarce e o teu secreto olhar,

Se não tens ninguém a quem te revelar,

Serás o silêncio ou um sonho desfeito,

Será teu o grito que arrancas do peito,

De que vale teres a Lua e o Céu inteiro para voar,

Se não tens ninguém a quem te puder dar;



Fixaste o teu olhar no meu,

Ficaste longe daqui,

Tu estás longe de ti,

Tão longe de nós,

Podes parar de saltar,

Noutro lugar;



Serás tu a sombra que olhas no chão,

Serás a promessa que trazes na mão,

De que serve o teu disfarce e o teu secreto olhar,

Se não tens ninguém a quem te revelar,

Serás o silêncio ou um sonho desfeito,

Será teu o grito que arrancas do peito,

De que vale teres a Lua e o Céu inteiro para voar,

Se não tens ninguém a quem te puder dar; "


(Classificados)


Sunday, September 07, 2008

ASAS SERVEM PARA VOAR

(foto de Lena Nunes)

Eu e as minhas asas no São Martinho em 2007, no Centro de Mergulho
Nautilus Sub, em Sesimbra.
Together forever!!!

Tuesday, August 26, 2008

DEEP BLUE SEA....

Carta aos Mergulhadores, por Jacques Cousteau

Como todos os seres humanos, nascemos no coração da mãe-terra. Temos braços e pernas, respiramos oxigênio que entra em pequenos pulmões. Passamos grande parte da nossa vida na posição vertical que nos dá uma maior autonomia e conforto na terra. Vistos superficialmente somos iguais a todos os seres humanos. Mas analisando um pouco mais fundo, alguma coisa nos faz diferente. Nascemos com os olhos acostumados ao azul das águas. Temos um corpo que anseia pelo braço do mar e, um pulmão que aceita grandes privações de ar apenas para prolongar a nossa vida no mundo azul. Somos homens e mulheres de espírito inquieto. Buscamos na nossa vida mais do que foi dado. Passamos por grandes provas para nos aproximar dos peixes. Transformamos nossos pés em grandes nadadeiras, seguramos o calor do nosso corpo com peles falsas e chegamos ate a levar um novo pulmão em nossas costas. E tudo isto para quê ? Para podermos satisfazer uma paixão, um sonho. Porque nós, algum dia, de alguma forma, fomos apresentados a um mundo novo. Um mundo de silêncio, calma, mistério, respeito e amizade. E esta calma e silêncio nos fizeram esquecer da bagunça e agitação do nosso mundo natal. O mistério envolveu nosso coração sedento de aventura. O respeito que aprendemos a ter pelos verdadeiros habitantes desse mundo. Respeito esse que, só depois de ter sentido a inocência de um peixe, a inteligência de um golfinho, a majestade de uma baleia ou mesmo a força de um tubarão, podemos compreender. E a amizade. Quando vamos até o fundo do mar, descobrimos que ali jamais poderíamos viver sozinhos. Então levamos mais alguem. E esta pessoa, chamada de dupla, companheiro ou simplesmente amigo, passa a ser importante para nós. Porque, além de poder salvar nossa vida, passa a compartilhar tudo que vimos e sentimos. E em duplas, passamos a ter equipes, e estas passam a ser cada vez maiores e mais unidas. E assim entendemos que somos todos velhos amigos mesmo que não nos conheçamos. E esse elo que nos une é maior que todos os outros que já encontramos. E isso faz com que nós mais do que amigos, sejamos irmãos. Faz de nós, mergulhadores.

Friday, August 22, 2008

As asas da Ana alcançam o Horizonte!!


"Sozinho na noite
Um barco ruma para onde vai.
Uma luz no escuro brilha a direito
Ofusca as demais.
E mais que uma onda, mais que uma maré...
Tentaram prendê-lo, impor-lhe uma fé...
Mas, vogando á vontade, rompendo a saudade,
Vai quem já nada teme, vai o homem do leme..."
Xutos £ Pontapés
Ana, és tu que guias o teu barco, o rumo a levar...
Certo ou errado, segue a tua luz, voa, vai...
De que te serve ter a Lua e o Sol se não tens com quem os partilhar, se
não tens a quem te entregar!
Abre as tuas asas e vai, vais descobrir um lugar onde o Sol se põe
sempre a horas diferentes e onde a Lua tem asas!!!!

Monday, August 11, 2008

DESIRE....



...Há coisas que não se dizem!
...Há coisas que não se sentem!
Mas...
...Eu sinto
...Eu digo!!!!!!
DESEJO-TE....

Saturday, August 09, 2008

Sunday, July 20, 2008

Asas....


....É que todos nascemos com asas
Mas apenas alguns de nós aprendem a voar!!!

MY STARS


THE REASON TO LIVE!!!!!

Monday, June 16, 2008

VOO BREVE...


......Ontem, quando voltava de um pequeno passeio encontrei, parecia que estava á minha espera... Um pequeno, quase recém-nascido Melro!
Tão lindo, tão doce, tão indefeso... Bico aberto ávido de vida...
Claro, levei-o comigo! E como aquele pequeno ser me fez voar pelas suas pequenas asas!! Tão frágil, débil pela fome... Alimentei-o, saltitou pela casa toda, sempre cantando!
Queria tanto que crescesse, queria ensiná-lo a voar ou talvez ele me devolvesse as asas e ajudasse a voar!!
Mas não era assim que terminava a minha história encantada e hoje pela manhã o meu pequeno príncipe já agonizava. De nada valeram os meus esforços... Partiu, voou para um lugar melhor, asas abertas rumo ao infinito!
Foi bom ter-te aqui!
16-06-2008

Tuesday, January 29, 2008

Miguel, o meu pequeno princípe



Ontem fez 10 anos o meu pequeno princípe. 10 anos cheios de personalidade, de alegria, de um saber querer próprio da sua idade.
Como eu me revejo nele....
Gargalhadas que ecoam....
Mamã... Dá-me um beijinho.... Pois.... Vais ver....
Como o sol brilha nos seus cabelos de oiro....
Parabéns meu Bebé...

Thursday, January 10, 2008



"Quanto mais me elevo, menor fico aos olhos de quem não sabe voar"


Nietzche

Voar...


Voa
Deixa que o meu olhar te persiga...
Deixa que a minha alma te encontre...
Deixa que as tuas asas me ensinem,
A força com que enfrentas a tempestade,
A paz com que deslizas sobre a espuma do mar... e deixa...
Deixa-te voar...
Voa...
Voa bem alto...
Voa...
Voa até onde ninguém te alcance...
Voa até onde ninguém te prenda...
Voa até onde só tu sabes...
Voa...
Voa bem alto...
Voa...
E é nesse teu voar que me inspiro...
Nas tuas asas que me solto...
Na tua força que me prendo...
Nessa ousadia que me rendo...
Voa...
Voa bem alto...
Voa...
Leva-me contigo,
Mergulhar no infinito,
Tocar as estrelas!
Vem...
(...)

Monday, January 07, 2008

ÉS IGUAL A MIM...


"Em cada gesto perdido
Tu és igual a mim
Em cada ferida que sara
Escondida do mundo
Eu sou igual a ti
(...)
Pintas o sol da cor da terra
E a lua da cor do mar
Em cada grito da alma
Eu sou igual a ti
De cada vez que um olhar
Te alucina e te prende
Tu és igual a mim.
Fazes pinturas de sonhos
Pintas o sol na minha mão(...)
Faço pinturas de sonhos
E pinto a lua na tua mão(...)
(Mafalda Veiga)